quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

O Zé aprontando.

Pensa em uma pessoa que quase morreu de vergonha? Eu! Agora há pouco.
E quem me fez passar vergonha? O Zé!
Mas não foi intencional. Ou foi!?
Ele mandou entregar um lindo buquê de rosas, para mim. No meu trabalho!
E bem na hora que tocou a campainha, meu patrão estava na cozinha – de onde dá para ver a porta de entrada. E ele estava com o Fábio, que presta serviços de TI para o escritório.
Imaginem a zuação. Deles, e das meninas. E aí vieram as perguntas:
_ Margô, por que ganhando rosas? Hoje é dia de alguma coisa?
_ Sim. Hoje é dia 02. Foi em um dia 02 que nós (eu e Zé) nos conhecemos. Em uma noite de inverno - 02 de Julho de 2011.
Ou seja, hoje comemoramos 04 anos e 05 meses de...
... Primeiro olhar, primeiro abraço, primeiro beijo (não falei isso para eles).
Uns cinco minutos de zuação, e todos voltaram para o seu trabalho.
E eu fui colocar o buquê na água.
Eu fiquei envergonhada. Isso é fato. Mas acima de tudo fiquei feliz e emocionada. Até porque, nesses anos todos, inúmeras vezes ele me deu flores. Só que dessa forma... A primeira.
Postar um comentário