quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Comemorando aniversário minha Dinda

Na última sexta-feira fomos comemorar o aniversário da minha dinda. Dessa vez o local que ela escolheu foi o Boteco do André, em Joaquim Egídio.
Como era dia de academia, primeiro fomos treinar. A gente não conhecia esse lugar, que fica logo na entrada de Joaquim Egídio. Chegamos por volta das 20h30min. Quando chegamos lá estavam: Sandra, Cris e outra amiga (agora não me recordo o nome).
Ficamos em uma mesa, encostada na parede. Na nossa frente tinha mais uma mesa, e três mesinhas (altas) redondas. Tipo daquelas para ficar em pé – apesar de ter banquetas. E encostados na parede, do outro lado (em frente as mesas redondas citadas anteriormente) estavam os músicos. Três rapazes e uma moça. Tocando e cantando, samba de raiz. E eu e o Zé adoramos, tanto que ficamos batucando na mesa, afinal conhecíamos (quase) todas as músicas.
Dentro do bar, a luz bem fraca, além das paredes em tons escuros e quadros de tudo quanto era tema (Espírito Santo, São Jorge...). O Zé riu, pois estava sentado embaixo de um quadro da Santa Ceia. O teto revestido com um forro marrom – ou outra cor escura.
Até comentamos que durante o dia, não deve ser muito bonito. Mas a noite, com o barulho, a agitação das pessoas, o ambiente é bastante acolhedor. Não precisa estar bem vestido para se sentir bem.
Segundo me disseram, no Boteco do André, a especialidade são as coxinhas. Vi que tinha de carne seca e outros sabores. Mas, mesmo o Zé dizendo que a massa era de mandioca eu não fiquei interessada. Ele experimentou uma. Eu dividi com ele um lanche de linguiça. Por sinal, delicioso. Para beber pedimos duas caipirinhas e para abaixar o “fogo” tomei uma Coca-Cola. Se bem que o efeito do álcool em mim, é inverso. Eu bebo e apago.rsrs
As amigas (os) da minha dinda foram chegando aos poucos. Acho que tinha umas 15 pessoas. Eu já conheço a maioria.
Fomos os primeiros a ir embora. Eu e o Zé estávamos cansados do dia corrido, e no dia seguinte eu ia trabalhar e o Zé ficar com a mãe. Ao sair minha dinda trouxe um pedaço de bolo para mim, e para o Zé.
Foi uma noite muito agradável. Estava tudo bom demais. Os músicos... Show! Gostamos tanto que pretendemos voltar outras vezes.

Postar um comentário