sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Paralamas do Sucesso - Festa do Figo

No Sábado fomos - Zé, eu, Marquinhos, Shirlei e Andressa à Festa do Figo em Valinhos. Saímos de casa depois das 19h30min. Nossa maior intenção era ver o show do Paralamas do Sucesso, então não precisava ir tão cedo.
Há muitos anos não vou à Festa do Figo. O último show que vi lá foi do João Mineiro e Marciano. Isso foi no final dos anos 80. Lembro que a Eliane dormiu. Assistimos ao show com ela no colo. Ela devia ter menos de 5 anos. Hoje ela tem mais de 30.rss
Alguns anos depois voltei, não para assistir show, porque já tinha filhos pequenos. O Danilo devia ter uns 2 aninhos. Lembro de ele chorar desesperado, ao ver que eu gritava no Barco Viking. Ô brinquedinho tenso!
Depois desse dia, só ficava na vontade. Às vezes eu chegava a ver a programação e não ia - ou por não ter nada que me interessava, ou porque simplesmente esquecia. Já teve ano que quando me dava conta... A festa já tinha acabado.
Esse ano, assim que fiquei sabendo da festa e vi a programação, pedi para o Zé agendar o show do Paralamas. Não podia perder. Sou fã deles e não ia perder essa oportunidade. Ah, detalhe... Era de graça.
Nossa preocupação era só com o tempo. Tem chovido muito nos últimos dias. Porém, fez uma noite maravilhosa, bem quente, com céu estrelado. Nós ficamos passeando, olhando tudo. Visitamos os galpões de frutas e de artesanato. Tinha gente em tudo quanto era canto. Legal é que em todo lugar tinha música rolando. Em um palco tinha uma banda de forró - até arriscamos dançar um pouquinho. No lugar que paramos para comer um “pastelzinho” tinha um músico tocando saxofone. Depois de comer, e como já passava das 9 e meia, resolvemos descer para o palco onde ia ser o show.
Chegando lá, nos acomodamos no chão e ficamos ali, sob o luar, conversando, observando tudo e todos.rss E o local começou a encher, que sair dali ficou impossível. A Shirlei que o diga.rss
Tinha gente de toda idade. Incrível como tinha moçada. É de se estranhar e porque não, admirar, afinal o Paralamas já tem 30 anos de carreira.
O show começou com pelo menos 1 hora e meia de atraso. Bom, de graça nem é certo reclamar. Mas valeu a pena!
Eles chegaram a todo vapor. Presentearam-nos com, no mínimo umas 20 músicas. Mais ou menos 2 horas de show. Eles são muito bons. O Herbert toca e canta muito. Ficamos impressionados. O cenário muito bonito. No fundo mostrava o álbum e o nome da música. Às vezes o videoclipe. Nós cantamos e dançamos com as músicas: Meu erro, Alagados, Óculos, Melô do marinheiro, Que país é este, Lourinha bombril etc.
Ou só cantamos e deixamos à emoção fluir com as músicas: Aonde quer que eu vá, Cuide bem do seu amor, Quase um segundo, entre outras.
Como tem sido na maioria dos shows, eles saíram e depois retornaram. Tocaram mais algumas músicas e terminaram com Vital e sua moto. No final vieram até a frente do palco agradecer. O Herbert deu o boné para alguém ali da frente. Ah, se eu soubesse.rss
Acabou o show e a maioria (senão todas) das barracas e o parque ainda estavam funcionando. Não sei até que horas a festa vai. Eu sei que nós saímos de perto do palco direto para o carro. Já tínhamos aproveitado o que podíamos. Era hora de voltar pra casa. 
Postar um comentário