sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Os casamentos - Parte 6 - Confissão

Hoje o Zé foi confessar. Ele acha que é a primeira vez que fez isso. Com certeza não! Porque ele já fez primeira comunhão. E para comungar, antes é necessário confessar. Mas enfim, ele não lembrava.rsrs
Ele estava um pouco ansioso. Ele quis confessar com o Pe.Fábio, que foi o mesmo que nos entrevistou.  O Zé disse que foi tranquilo. Aliás, o Pe.Fábio é bem tranquilo.
Mais um passo dado... A caminho do altar.
Amanhã é a minha vez. Vou me confessar com o Pe.Antonino. Não o conheço. E lógico que estou ansiosa. Faz tempo que não confesso. Nem lembro mais como faz.rsrs

Pós-escrito de 21/11/2016:
No Sábado fui na Paróquia confessar. Cheguei lá, os bancos da igreja estavam cheios de crianças, e no corredor, ao lado da sala de confissão, uma pequena fila. Então uma senhora - pelo jeito a catequista - disse que era dia de confissão das crianças da catequese.
Saí de lá (frustrada) e fui até a Paróquia Santa Cruz, onde eu fui batizada. lá a confissão é durante a semana. O jeito era confessar na Catedral - durante a semana. 
Enquanto estava indo para a secretaria da Paróquia Teresinha acertar os últimos detalhes da cerimônia, o Bruno viu os horários de confissão na Catedral. Uns horários bem inacessíveis para mim. Mas eu ia ter que dar um jeito.
Porém, como era meu dia de sorte, o Pe.Claudinei, da Paróquia Santa Teresinha estava disponível, e pude me confessar com ele. 
Postar um comentário