quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Danilo - 22 anos

Amanhã, o Danilo (meu filho do meio) completa 22 anos! Como o tempo passa...
Danilo no Guarujá - 22/09/2013
... Lembro como se fosse ontem o momento do seu nascimento! Ele nasceu na Maternidade de Campinas, às 20hs34min, pesando 2.820g e 46,5cm. Era uma sexta-feira, como amanhã.
Ele era feinho, coitadinho. Acha que isso é coisa que uma mãe diz? Ah, mas ele sabe disso.  Digo que ele tem que se orgulhar de ser um rapaz tão lindo hoje. Olha a mamãe babando. rss
Então... Ele era cabeçudinho, tinha bastante cabelo, os olhos arregalados, magro e branquinho, aliás, branquinho não, amarelinho. Ele nasceu com icterícia, segundo o médico. Mas nada grave. Nada que alguns banhos com telha não resolvesse. Simpatia das avós. 
O Danilo chupou o dedo, acho que até a idade escolar. Por conta disso teve alteração na arcada dentária. Ficou bicudinho.rss Ele usou aparelho e até mesmo aquele "freio de burro".
Ele dormia muito, só queria saber de chupar o dedo. Às vezes passava da hora de mamar. Eu chegava a ir ao bercinho verificar se ele estava vivo. Lembro de uma ocasião que, já maiorzinho ele estava brincando na sala e de repente fez-se um silêncio. Fui olhar e ele estava dormindo, sentado, dentro da caixa de brinquedos com o dedinho na boca.
O Danilo não deu muito trabalho, até porque tinha o Bruno para lhe fazer companhia. Depois que a Letícia nasceu ele ficou um pouco manhoso, chorão. Acho que ficou enciumado.
Eles brincavam, mas brigavam também. O dia inteiro ele reclamava dela. Certa vez, sentado na escada ele falou (com aquela voz de manha, nhen, nhen, nhen):_ Ô mãe olha a Lê. Eu já com o saco cheio de tanto o ouvir reclamar, falei: _Fala que nem homem menino! Ele arregalou os olhos, encheu a boca e falou em tom bem grosso (se é que existe falar grosso): _Ô mãe, olha a Lê. Não aguentei e comecei a rir. Ele não me entendeu. Quando eu disse para ele falar que nem homem, na verdade queria que ele parasse de reclamar, parasse de manha.
O Danilo não gostava muito de ler, mas "parece" que aprendeu a gostar. Pelo menos de vez em quando pega um ou outro livro emprestado. Na escola ele não deu trabalho. Não era o melhor da sala, mas também nunca tive reclamação.
O Danilo gosta muito de esportes. Fez capoeira quando pequeno. Não sei se sabe nadar, deve se virar, com certeza. Acho que ficou traumatizado, pois quase se afogou na piscina da casa do meu tio. A Daniele (prima dele) agarrou na bóia dele para não se afogar, e os dois acabaram (sem querer) bebendo um pouquinho de água. Sei que eles ficaram apavorados.
Acho que seu esporte favorito é o futebol. Ele adora jogar bola. Torce para o São Paulo. Seu ídolo... Cristiano Ronaldo (meu também). Há mais ou menos dois anos, ele andou fazendo umas aulas de Jiu-jitsu com o tio. Até kimono ele tem (pediu de presente). Ele é assim... Se caracteriza de acordo com o que faz.rss
Tenho perdido alguns momentos da vida do Danilo desde que me separei do pai dele.   Cheguei a vivenciar alguns meses do primeiro emprego dele, que é o que ele está até hoje.  Porém não participei da alegria de ver ele concluir o último ano do colegial. Também não estava junto quando ele fez o alistamento militar. Não conheci a sua primeira namorada.
Isso aconteceu por que... Um dia eu comecei a trabalhar e estudar e não tinha mais (tanto) tempo para eles, então eles foram morar com o pai. Bom, são águas passadas.
Geralmente falam que ninguém melhor que a mãe para falar sobre o filho. Vou tentar...
... O Danilo gosta que apreciem o que ele faz. Quando joga bola ou qualquer outra coisa, gosta que a gente vá assistir e não pode perder um lance. rss
Ele se preocupa muito com o visual. Já falei várias vezes pra ele que não precisa se preocupar tanto em querer ficar bonito, afinal, já é. Tem que se preocupar com o que falar, como agir... Isso é mais importante.
Ele gosta de pedir conselhos, principalmente quando o assunto é mulher. Se bem que não escuta o que eu falo. rss
Ele tem um humor meio estranho... Está bem, e um minuto depois está "de bode".
Só que, quando dá para fazer palhaçadas, a gente quase morre de tanto rir. Fez isso na virada do ano de 2007 para 2008. Foi a melhor passagem de ano da minha vida.
Tenho percebido que ele é bem seco nas respostas de torpedo, e mensagens. Será que ele é assim com as mocinhas?
Ele gosta das coisas dele arrumadinhas. Vivia surtando com os irmãos por causa da bagunça do quarto. Acho que é por isso que ele nunca quis saber de dividir apartamento com os irmãos.
Ele gosta de músicas (puxou a mãe e os irmãos), e quando gosta, sai de baixo. Ouve por dias, senão meses seguidos. Sofremos com "Sou Ronaldo", "Empire States of Mind", "High" e algumas outras. Os irmãos chegavam a pegar bronca da música porque não aguentavam mais ouvir.
E filme... Quando gosta, assiste, compra, quer se vestir e se bobear agir como o ator. Quantas vezes eu o vi correndo pelo bairro com a calça de moletom lá no umbigo, imitando o Rock Balboa.
Esse é o Danilo... Um rapaz (meu bebê) amoroso (do jeito dele), bonito, obediente, lindo, trabalhador, gatão, honesto, tudo de bom, educado, etc, etc.
Ele tem uma vida pela frente, que espero com a ajuda de Deus poder acompanhar, participar e abençoar em todos os momentos!
***
Pós-escrito de 25/10/2013 - Fomos comemorar o aniversário no Videokê Campinas. Estavam presentes, o Danilo, eu, Zé, Letícia e os amigos dele Luiz Fernando e Bruna. Apesar do frio que estava lá fora, lá dentro muito aconchego, pessoal animado, muita música, cerveja, batidinha, caipirinha e uns aperitivos. Todos eles cantaram um pouquinho. Eu não!rss

Em mais informações a declaração que a Letícia postou na linha do tempo (Facebook) do Danilo.


Leticia Sutta
Niiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiloooo!!! Feliz aniversário meu gordo da minha vida! Te desejo muuuuitos anos de vida, toda a felicidade do MUNDO porque você merece de verdade, e espero que todos seus desejos e metas se realizem, que você continue sendo essa pessoa maravilhosa que você é, mesmo incompreendido ás vezes, mesmo me irritando ás vezes, principalmente quando fala algo que tenha a ver com Cristiano Ronaldo... e quando eu brigo e xingo é porque eu te amo demais viu? E tem um pouco a ver com o estresse que você me causa, em não saber em que casa colocar o dedo pra fazer o acorde, ou não ter o ritmo na mão direita e tocar forte quase quebrando as cordas. A questão é: São 22 anos que VOCÊ me aguenta, então acho que merece mais um parabéns por isso. Desde que eu nasci (Você até ficou doente por isso, achou que a mãe tinha te abandonado quando ela foi me dar a luz ~ seu ciumento ~) você sempre esteve do meu lado, ali no berço, quando eu tava montando a espada regueira, me ensinando a jogar futebol e chutar de chapa, quando eu tava caindo de bicicleta (e algumas vezes te levando junto), virando a noite jogando video-game, na escola, no trabalho, tomando umas cervejas no pastel, indo pra balada, dançando, cantando e tocando... Sempre fomos carne e unha, Monica e Ross, Nick e Joe, Seth e Ryan hahaha, e eu te admiro muito pelo homem que você foi, é e pelo homem que tá se tornando cada dia mais. Apesar de todas as nossas briguinhas, lutas de WWE e seus golpes de judô em mim (pode ter certeza que um dia eu vou revidar tudo), você é um grande irmão. E não precisa ter 22 ou 23 anos pra ser um power ranger, porque você É um, e sempre foi, desde criança. Sempre me protegeu, destruía a cidade para salvar a cidade (No caso de quando aparece barata e eu corro pra você matar), e sempre foi uma pessoa que todos admiram pelo simples fato de existir! Você é um super herói, e eu me orgulho muito de você. E tem mais, você pode ser o que você quiser, um power ranger, um Cristiano Ronaldo, um Alex Turner... Você é tipo o Woody pra mim: "O Woody tem sido meu amigo desde sempre, é corajoso como um cowboy deve ser, é gentil, inteligente, mas o que faz o Woody especial, é que ele nunca desiste de você. Nunca. Ele vai estar contigo pro que der e vier." E eu sei que você vai estar comigo pro que der e vier, assim como eu estarei ali por você: meu melhor amigo, meu irmão. Feliz aniversário Nilo, obrigada por existir e ser meu irmão, por me fazer sorrir sempre! Eu te amo! 
Postar um comentário