segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Depois de Você

Ontem eu terminei de ler “Depois de Você”. Este livro caiu na minha mão, por acaso. Eu estava subindo ao escritório e a recepcionista disse que tinham deixado na recepção, para entregar para Drielly. Como eu sabia que a Drielly já tinha lido, perguntei se ela me emprestava. Quis ler porque há pouco tempo tinha assistido ao filme, baseado no livro que antecede esse. Queria saber o que aconteceu depois...
Até que li rapidinho. Acho que não levei mais de um mês. Isso sem contar que derrubei vinho no livro da Drielly e acabei comprando outro para ela. Ou seja, agora o livro é meu.rsrs
E o que aconteceu com a Lou? Ela fez as viagens que Will pediu que fizesse? Bom, ela comprou um apartamento com o dinheiro que ele deu. E fez viagens. Porém, não se dedicou aos estudos para trabalhar com "moda". Sua vida se resumia a trabalhar em um bar - no aeroporto. E ter um - ou outro “envolvimento”, de vez em quando. Nada firme. Mesmo lembrando sempre das palavras de Will, para ela: “não pense muito em mim... Apenas viva bem. Apenas viva”, ela não estava fazendo nem uma, nem outra coisa. Aliás, ela vivia perguntando o que ele achava disso ou daquilo. Na verdade ela não consegue se perdoar pelo que aconteceu com Will, tanto que começa a participar de um "grupo de apoio".
Até que uma noite, alguém bate à sua porta. É Lily - a filha de Will. E a vida de Lou vira de cabeça para baixo, pois, Lily é uma dessas adolescentes rebeldes. Com a aparição de Lily, Lou conhece a mãe dela, até mesmo para saber como foi o envolvimento dela com Will, a ponto de terem tido uma filha. Lou também volta à cidade onde vivia para levar Lily para conhecer os avós – o Sr. e a Sra.Traynor. 
Nessa estória conhecemos também Sam. Um paramédico que socorreu Lou, quando a mesma caiu do prédio. Os dois vivem um relacionamento meio turbulento, até porque entre eles havia Lily, uma oportunidade de emprego em Nova Iorque, e é claro... Will.
Neste livro percebe-se que todos estão vivendo mudanças ou verdadeiras transformações. Os Traynor. Os pais de Lou. E mesmo Lily. Muita ação e emoção fazem parte desta trama.
O que eu achei mais interessante, é que Lou tinha consciência de que o Will não a amou o suficiente, pois, se fosse assim, não teria deixado de viver. Eu sempre achei isso!
Como eu assisti ao filme “Como eu era antes de você”, conforme eu lia, já imaginava as expressões faciais e corporais da Lou.
Apesar de ter ouvido falar que este livro não era tão bom quanto o primeiro, eu gostei bastante. E se tiver filme baseado no mesmo, irei assistir. Com certeza!
Postar um comentário