segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Vendo um filme com a família

Ontem assisti Mogli. Assisti um pouco. Assisti mais ou menos.
E nem posso reclamar. Quis assistir na sala da casa da Adriana, enquanto rolava a comemoração do aniversário dela. Imaginem a média de 30 pessoas. Entre elas cinco crianças (pequenas), fora as crianças adultas (Letícia, Jacqueline...) que fazem um barulho tremendo. Todos circulando de um lado para o outro, entre a copa, cozinha, sala...
Nós bem que tentamos. Assistimos com direito a pausa para cantar parabéns. Para tirar fotos.
Foi muito legal. Minha mãe, meus irmãos, a Karen, Nilda, Zé, eu, um e outro que aparecia e ficava um pouco na sala para ver um pouquinho. A Silvana até comentou a cena: os três irmãos – Sérgio, Sandro e Marcos – sentados no sofá assistindo um filme juntos. Ela disse que as irmãs nunca conseguiram esse “milagre”. Eu já assisti a vários filmes com a Silvana. Com a Adriana, um ou outro. Com a Shirlei eu me lembro de um que eu até me diverti bastante: Jumanji. Ela dava cada grito. Ela e a Andressa.rsrs
Agora tem um filme que assistimos juntas. Eu a Silvana e a Adriana. Assistimos e depois ficamos acordadas a noite inteira. Não conseguimos dormir. E qualquer chacoalhada dos galhos das árvores no quintal a gente tremia. Sabe qual foi o filme? Poltergeist. Deus me livre!
Voltando ao Mogli... Eu queria muito ter assistido a esse filme no cinema. Cheguei a comentar com o Zé, mas perdemos. Por isso quis assistir ontem. De qualquer jeito.
Vi até o final. Perdi muitas falas. No fim, pedi para a Adriana passar para o meu HD. Ou seja, vou assistir novamente. Depois comento aqui sobre o mesmo.
Por hoje queria só deixar registrado como foi bom ver – ou tentar ver – um filme com a família.
Postar um comentário