segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Dias melhores virão

Hoje, descendo a pé para o trabalho, o Zé mostrou-me um comércio - de instalação de som automotivo- que estava em um local e mudou para outro. Para um espaço menor.
Na hora pensei. Esse ainda está se aguentando. Teve que mudar para um espaço menor, com certeza para diminuir os gastos. Dos males, o menor. Até porque tenho visto muitos estabelecimentos fechando.  
Lembrei que a livraria onde meu filho trabalha em breve mudará para um espaço menor. E sabemos que isso acarretará na redução do número de funcionários. Outra situação muito comum nos últimos anos.
E sinto na pele essa situação, pois, no escritório onde trabalho, éramos quatro pessoas no departamento. Hoje, só duas. E na maioria das empresas o quadro é o mesmo. Com isso, os colaboradores ficam sobrecarregados. E dá para reclamar? Claro que não! Quem tem um trabalho, tem que agradecer a Deus por ele.  São muitos os desempregados. Tenho amigos, familiares passando por essa situação. Coisa que há anos não via.
Tudo isso porque estamos passando por uma crise no país. Uma crise que já dura uns dois anos.
Estamos no mês de Agosto. As expectativas não são muito animadoras. Dizem que este ano nada mais vai acontecer. Até porque teremos eleições municipais daqui uns meses.
Diante disso tudo o melhor que temos a fazer é rezar por dias melhores. 
Postar um comentário