segunda-feira, 15 de agosto de 2016

De volta a Cruz Vera - Brasópolis

Depois de mais de cinco anos, voltei à Cruz Vera. Fui rever os familiares da Rosi. Ela convidou a mim, e o Zé no dia 28/07. Falou que iria ter uma festa à fantasia no Sábado - véspera do dia dos pais. Como meu pai faleceu, ou seja, não teria motivação para ficar por aqui, quis ir. Faltava convencer o Zé.  Nesse mesmo dia, a Rosi mandou o endereço de um Hotel Fazenda que fica em Brasópolis, e que estava com um preço bom. Assim que ela mandou, eu encaminhei para o Zé ver. Ele ficou animado. E decidiu ir. 
Saímos no Sábado às 8h30h. Chegamos as 12h08. A recepção estava fechada. 

Saímos procurando alguém para nos atender. Encontramos dois dos donos. O que nos atendeu, contou-nos que o hotel está sob nova direção. Ele nos levou ao nosso chalé - número 08 (Laranjeira). Deixamos a mala no quarto e fomos almoçar. Comidinha feita no fogão à lenha. Uma delícia. 
Após almoçar fomos para a casa dos pais da Rosi. Queríamos ver se era perto ou longe. E eu estava ansiosa para rever todos. Do hotel à casa deles deu +/- 10 minutos. Ficamos lá um pouco e voltamos ao hotel para dormir.
Voltamos a noite, para a festa. Estava muito frio. Eu e o Zé fomos vestidos de motoqueiros.
O pessoal, as crianças, a maioria estava fantasiada. Eles são bem animados e criativos quando o assunto é festa a fantasia. A farra foi boa.
Rosi é a que está de Malévola
Mas não ficamos até tarde. Uma porque estava muito frio. E outra porque o Zé estava com dor no rosto.
Antes de dormir o Zé tentou acender a lareira, uma vez que o quarto estava muito gelado. Mas, ele não conseguiu. Eu me enfiei embaixo das cobertas. Só o nariz ficou para fora. Mas, graças a Deus dormimos bem.
Acordamos no Domingo já passava das 9h. Resolvemos ir caminhando até o restaurante, onde também é servido o café. A paisagem é maravilhosa. Passamos pelo lago. A gente percebe que ainda têm muita coisa para fazer. Tem muita área para ser cuidada. Pelo jeito, antes tinha tiroleza, arborismo. Após o café ficamos passeando, e conhecendo a fazenda. Tem cavalo, vacas. E muito verde.
O som predominante, é o dos pássaros. Imagine tudo isso?! Pássaros cantando. Vaca mugindo. cavalo relinchando. Verde para tudo quanto era canto. Isso tudo resultou em uma leseira que não tinha fim.
Saímos do hotel um pouco antes das 14h, e fomos para a casa dos pais da Rosi. Tinha feijoada de almoço e sobremesa, pois além de ser dia dos pais, foi o batizado da filha da prima da Rosi.
Eu com o Sr. Fernando - pai da Rosi.
Foi um fim de semana super divertido. Com muita comilança e muita paz. O Zé ficou tão animado que já quer voltar. 
Postar um comentário