domingo, 9 de março de 2014

Flores do Danilo

Depois de passar a tarde com as meninas, o Zé foi me pegar na Praça do Largo do Pará. Quando entro em casa, uma surpresa. Um buquê de rosas me esperava.
Nossa, mas não tem quatro dias que ele me deu flores! - pensei.
Junto com o buquê tinha um cartão escrito (por fora) "para mãe”. Não entendi nada. Abri para ler e estava escrito essas palavras: Feliz dias das Mulheres! Obrigado por me fazer o filho mais sortudo do mundo. Te amo. Danilo
Nossa!!! O Danilo me enviando flores??
Fiquei meio abobada. O Zé ficou ali, no meio da sala, me olhando e rindo. Depois ele me contou como tudo aconteceu. Como o Danilo pediu para ele comprar as rosas, como ele ficou ditando o que era para escrever, etc.rss
Fiquei muito feliz, surpresa, emocionada e admirada por essa atitude do Danilo. Não esperava. Na verdade, nunca esperei que um dia fosse receber flores dele, afinal sempre achei ele o mais distante dos três. Esses filhos às vezes nos surpreendem.
Postar um comentário