domingo, 9 de março de 2014

Almoço no apartamento da Marcelle

Ontem, dia 08 de Março foi comemorado o dia internacional das mulheres.
E eu comemorei juntamente com minhas amigas, ex-companheiras de trabalho. Fomos almoçar - e conhecer o apartamento da Marcelle. Ela sugeriu no nosso último encontro, no teatro Castro Mendes, onde fomos assistir à peça “É Patrão É Serviçal paga pouco e come mal”.
A Tati criou um evento com três opções de data. Esse foi o mais votado. Inclusive é aniversário da Priscila de Paula.
Não fazia a menor ideia de como chegar na Ma. Então logo que acordei entrei no facebook para ver como as meninas iriam. Estavam todas perdidas. Diziam que não encontravam o endereço dela no mapa. Ou seja, nem pensar em GPS. Achei melhor ir de ônibus com algumas meninas.
O ponto de encontro era em frente ao CATI da Av.Brasil, às 11h45min. No horário combinado eu estava lá. A Janaina acabou se atrasando.
Chegamos ao apartamento da Ma, passava de 13h30min. Estavam lá, além da Ma e da Thuany - filha dela, a Fabrícia e a Renata. Eu já estava varada de fome e para disfarçar – ou piorar – comecei a beber vinho. E pra piorar mais ainda tinha o cheirinho delicioso do strognoff, inebriando o ambiente.
As meninas foram chegando aos poucos... Suzana, Tati, Gabi... Amorim...
E colocar o assunto em dia com tanta mulherada? Difícil. A gente tentava. Uma começava. A outra continuava. Uma outra cortava. As risadas tomavam conta do lugar.
Nessa hora o vinho (bom) já tinha acabado. A Fa abriu um outro – seco. Ninguém agüentava beber aquilo. Algumas colocaram adoçante para melhorar o sabor. Outras arriscavam beber. Fazer caretas era inevitável.rss
O almoço só foi liberado após a chegada da Gisele. Ela foi à última a chegar e a primeira a pegar o prato. Ela está grávida. Pensa que a gente é boazinha assim? Não fosse por isso, ia ser a última a comer.rss
Eu já nem tinha mais fome. O estômago já estava lá nas costas.
O almoço foi arroz, strognoff de frango e batata palha. Que delícia. As meninas estavam com muita fome. Acho isso porque quase todas repetiram o prato.
A Ma teve até que fazer outra panela de arroz. A gente almoçava, falava, ria. Mulher consegue isso!
Após o almoço continuamos ali, discutindo sobre os mais variados assuntos. As duas filhas da Suellen e a Valentina – filha da Amorim - ficavam pra lá e pra cá.  A Gabi que mostrou a cirurgia plástica que tinha feito há uma semana. Na verdade ela foi intimada – induzida – a mostrar.rss A Tati fazendo chapinha na Fabrícia – que ia sair logo mais para ver Jorge & Matheus. A Amorim que resolveu discursar – fez um agradecimento à Marcelle. Aliás, a Amorim não parou de falar um minuto desde quando chegou. E pra molhar o bico, secou a garrafa de vinho – ruim - e depois a garrafa de café.rss
A Ma fez um bolo de cenoura. Um não... Dois! Ela contou que um deles estava sem ovo e fermento, que ela esqueceu de colocar. Não sei qual dos dois eu comi, mas estava bom demais. Cantamos parabéns para a de Paula.
Priscila de Paula - aniversariante
Fomos embora todas juntas. Quem estava de carro deu carona para quem tinha ido de ônibus. Eu voltei com a Suzana.
Passei uma tarde maravilhosa, onde estar na presença dessas meninas é sinônimo de muita alegria, descontração e cumplicidade. Além de elas irradiarem jovialidade.
Postar um comentário