quarta-feira, 5 de março de 2014

e-mail trocado


Quarta-feira de cinzas. A chuva cai incessantemente lá fora. Eu aqui trabalhando e ao mesmo tempo, fazendo mxxxda.
Dizer para uma pessoa que ela é instável é mal? E dizer isso dela, mas para outra pessoa e ela ficar sabendo? E quando essa pessoa é alguém de quem dependemos? Isso sim, é muito mal. Tô ferrada!
Não, ninguém tem noção do que eu fiz. Mandei e-mail (supostamente) para o meu esposo – falando que meu professor é instável, e que procuro não ficar "batendo de frente" com ele para não arrumar confusão. E adivinha pra quem eu mandei o e-mail? Claro, sem sombra de dúvidas... Para o referido professor. E adivinhem? Ele é o meu orientador de TCC. Será que serei punida por isso?
Isso é bom pra abaixar a minha bola. Estava feliz porque tinha conseguido convencer ele de que quero defender algo que ele não concorda, pelo menos não totalmente. Como se já não bastasse o estresse do TCC eu apronto pra minha cabeça. Podia dormir sem essa!
Postar um comentário