quarta-feira, 5 de agosto de 2015

As preferidas do meu pai

Além da minha mãe que sei, está sofrendo muito, eu me preocupo demais com a Adriana e a Eliane. As duas eram as mais apegadas ao meu pai.

Meu pai, apesar de ser vô da Eliane, foi um pai. A Eliane o considerava um pai. Tanto que quando casou, fez questão que ele entrasse com ela na igreja. E ele entrou... Todo orgulhoso.
Ele por sua vez a adorava. Ele foi buscá-las (Shirlei, Ellen e Elaine) no Ceará e desde então criou as duas como filhas. Chamava-a de galeguinha.
Sei que a Eliane está sofrendo, porém, ela tem o Felipe que a distrai. Que ameniza a dor.

Agora a Adriana, essa sei que está sofrendo. E muito! Ela paparicava o meu pai, como se fosse um filho. Dava - e fazia de tudo por ele. Ela não perdeu só um. Perdeu dois! Um pai... Um filho.
Mas meu pai também a paparicava. Lembro que ela “fez manha” que queria vestido de formatura, e ele comprou. Ele entrou com ela na igreja também. E que eu saiba, que eu me lembre, fez isso todo orgulhoso.

Então, estou muito preocupada. Triste e preocupada, pois, se estou sofrendo... Nem imagino como estão as três.
Postar um comentário