terça-feira, 18 de junho de 2013

Como nos conhecemos

Se não me falhe a memória... Neste mesmo dia (18), há dois anos atrás eu e o Zé mantivemos o primeiro contato.
Como isso aconteceu? Vou contar:
Eu tinha um perfil em um site de relacionamento. Entrei de “gaiato”... Se bem que quase ninguém acredita, mas isso é outra história.
Era noite de Sábado (uma semana após o dia dos namorados).  Tinha preparado o jantar e estava esperando o Bruno para jantar. Enquanto isso acessei o referido site.
Estava batendo papo com um ou outro admirador quando o Zé mandou uma mensagem.
Não lembro o que ele escreveu. Cheguei a salvar nossas conversas antes de deletar meu perfil do site. Salvei no meu PC que depois dei para minha mãe. Há pouco tempo, infelizmente caiu um “raio” na casa dela, e com isso perdeu o que estava no HD e... Minhas conversas com o Zé.
Voltando ao Sábado, dia 18... Após trocarmos algumas mensagens, pedi licença para ir jantar. Não voltei mais, se não me engano, depois de jantar eu e o Bruno fomos assistir um filme. Sei que quando retornei,  vi que o Zé tinha escrito mais alguma coisa mas ele não estava mais online. Respondi e aguardei até o dia seguinte, quando então retomamos nosso bate-papo.
O Zé sempre foi muito gentil, um cavalheiro. Não chegou pedindo meu MSN ou mesmo querendo me ver pela webcam como a maioria. Conforme os dias foram passando, começamos a nos comunicar por e-mail. Depois veio o convite para amizade nos sites sociais, Facebook, MySpace e com isso passamos a nos conhecer melhor. O prazer pela música, pela dança, por praticar esportes e outros fatores começaram a nos aproximar mais e mais. Então só faltava o encontro. Como era época de festas juninas e eu estava aguada para tomar um quentão, sugeri de irmos a uma festa junina. O Zé aceitou prontamente e então marcamos o dia... 02 de Julho. Sobre este dia, que nunca mais esqueceremos falarei em outro post... Afinal merece uma atenção especial!
E foi assim que tudo começou. rss
De vez em quando eu e o Zé relemos os e-mails. Sim, o Zé salvou todas as nossas conversas. O primeiro e-mail foi enviado por mim, no dia 26 de Junho.
Porém, o que não esqueço jamais (apesar de não lembrar o dia)... Uma rosa virtual que o Zé me deu. Não sou interesseira, mas quem não gosta de receber flores? Recebi a rosa com as seguintes palavras: "Queria poder te dar flores reais". Que lindo, né? Me cativou... Me ganhou.
E para quem acha que foi só com esse intuito (me ganhar) se enganaram, pois flores ele continua dando... Até hoje.
fotos do arquivo pessoal - autor Zé Olímpio
Postar um comentário