quarta-feira, 26 de outubro de 2016

E se fosse verdade

Filme: E se fosse verdade (Just Like Heaven)
Elenco: Reese Whiterspoon, Mark Rufallo, Donal Logue
Gênero: Romance, Comédia, Fantasia
Sinopse: David Abbott (Mark Ruffalo) alugou recentemente um belo apartamento em San Francisco. A última coisa que ele gostaria era dividi-lo com alguém, mas logo surge uma jovem bonita e controladora, chamada Elizabeth (Reese Witherspoon), que insiste que o apartamento é seu. David imagina que houve um grande mal entendido, até Elizabeth simplesmente desaparecer. Ele muda a fechadura de casa, mas isto não impede que Elizabeth ressurja, sempre aparecendo e sumindo como se fosse um passe de mágica. David fica então convencido de que Elizabeth é um fantasma e passa a tentar ajudá-la a passar para o "outro lado" do pós-vida. Só que ela está convencida de que também está viva e se recusa a fazer qualquer travessia.

Assistimos ao filme “E se fosse verdade” uns dias antes do Zé viajar. Não lembro o dia. Foi procurando no netflix e como sou fã do Mark, decidimos assistir.
Um filme bem legal. O enredo prende a atenção. No começo, quando eu vi que era o fantasma da Elizabeth, já fiquei pensando o que iria acontecer para eles ficarem juntos. Será que ele vai morrer?
Elizabeth é jovem, bonita, solteira e médica. Como vivia para o trabalho, não tinha tempo para conhecer alguém. Tinha uma irmã casada e duas sobrinhas.
David é um decorador de jardim. Viúvo. Depois que a esposa dele faleceu, ele perdeu o gosto pela vida. Só sabia ficar sentado no sofá, vendo TV e bebendo.
No início, quando ela conhece David, ela só queria que ele saísse do apartamento dela. Que não mexesse nas coisas dela. E isso rendia umas briguinhas entre os dois.
Como David tenta ajudá-la a encontrar o seu caminho – a luz – a convivência entre os dois vai se tornando mais amistosa. Tanto que ele sente a falta, quando ela não aparece.
Na tentativa de ajudá-la, David passa por muitas situações embaraçosas. E engraçadas.
Parei aqui... Senão dou spoiler. Pois o melhor está por vir. Apesar de que, acredito que todo mundo deve ter visto esse filme, afinal ele é de 2005.
Mas vale a pena quem não viu ver. E quem já assistiu e não lembra rever. Quer uma dose de romance, comédia e fantasia? Esse é o filme!
Postar um comentário