sexta-feira, 4 de abril de 2014

A influência do Outono e da Quaresma sobre mim

Estava aqui pensando...
Sabe-se que na gravidez a mulher fica sensível, sensível! Chora por qualquer coisa. Pode até parecer que é manha, mas não! É involuntário. Deve variar de mulher para mulher. Algumas ficam mais, outras menos.
Sabe-se também que na TPM a mulher fica com o humor alterado. Estoura por qualquer coisa. Aquilo que em qualquer outra época passa despercebido... Quando a mulher está de TPM... Sai de baixo. E isso é só um dos sintomas. Li em uma matéria que existem mais de 200. Mulher e aqueles que convivem com ela sofre, não?
Fazer o quê? É a lei da natureza. Eu sempre culpo a Eva. Quem mandou ela comer a maçã?
Bom, culpa dela ou não, nasci mulher. E, sendo assim já passei por tudo que mencionei acima. O pior não é o que a gente faz ou deixa de fazer quando estamos passando por essas fases. O pior é lembrar depois.rss
No calor do momento a gente não consegue reagir diferente. Deixa que os hormônios tomem conta. Só que depois que a gravidez passa... Que a TPM passa...
Eu já falei comigo mesma. Nossa como fui boba. Como fui reagir assim por causa daquela bobeira. Como fui me importar com aquilo. Ah, se fosse hoje. E por aí vai.rss
Mas graças a Deus, tudo passa. Assim como o Outono e a Quaresma vão passar.
E o que os dois têm a ver com o que estou falando? Mexem comigo. Só isso. Todo ano é a mesma coisa. Nessa estação, nessa época, sou atingida por um tipo de “inferno astral” (se bem que ele é próprio da época em que se faz aniversário).
Se eles exercem alguma influência no astral das mulheres ou mesmo dos homens, isso eu já não sei! Sei que comigo é assim.
Pra começar, o pobre coitado do Outono. Não que ele venha primeiro, mas porque dura mais tempo.rss Ta aí uma estação que acho que tudo fica sem cor, apagado. Tudo fica murcho. Eu inclusive!
E para ajudar estamos na quaresma. Lembro fortemente de duas coisas que minha mãe pedia para não fazermos nessa época. Pintar as unhas de vermelho e ouvir música. Eu não conseguia seguir à risca. Até não pintava as unhas, mas ficar sem ouvir música?
E na Sexta-feira Santa então! Aí não podia fazer nada.
Depois na igreja, aprendi que a quaresma representa os 40 dias que Jesus ficou sendo tentado pelo “diabo”, no deserto. Dizem que, sendo assim, nesse período nós também somos tentados, provados. Que passamos por um deserto. É a época do “orai e vigiai”. Agora junta tudo isso! Outono e Quaresma. Não tenho como não ficar “afetada”.
Sei que depois que essa época passar tudo vai melhorar. Mas enquanto não passa...


P.S. O que escrevi sobre os efeitos do Outono e da Quaresma sobre mim, é "meio" que, para justificar algumas postagens "depressivas ou "agressivas" que posso fazer nesse período. Talvez fosse melhor não escrever nada. Só que sei que lá na frente vou me questionar: _O que fiz naquele período? Então fica assim... Quem ta na chuva é pra se molhar.rss
Postar um comentário