quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Economia burra!

Como diz a minha irmã Silvana... Eu estou indignada.
Motivo: Vão demitir o senhor Domingos - o porteiro da noite, do prédio onde moramos. Já acho um absurdo não ter porteiro durante o dia - e noite do Domingo, além de não ficar ninguém na portaria das 12h às 14h.
O que eu acho: Deveria ter porteiro 24hs, sem interrupção. Mas não! O que não está bom ainda pode piorar.
E para suprir a falta de porteiro – e justificar a demissão do pobre do senhor Domingos... Vão blindar o prédio. Pode isso? Como se fosse o suficiente para evitar assaltos, ou sei lá o quê.
E tudo para quê? No mínimo economizar alguns reais no condomínio. Apesar de que, eu não acredito que o condomínio irá abaixar. Até porque no início os gastos serão muitos com a implantação de aparelhos eletrônicos, etc.
E assim, teremos mais um desempregado. E consequentemente algumas coisas que o senhor Domingos fazia, terá de deixar de fazer. E com isso... A bola de neve (ou o buraco onde o Brasil está se enfiando) aumenta a cada dia.
E a culpa é de quem? Nos últimos meses só ouço falar que “tudo” é culpa do governo. Culpa da Dilma. Será mesmo? No caso do porteiro não acho que é por causa da crise pela qual o Brasil está passando, e sim, por acharem que o homem pode ser substituído por aparelhos eletrônicos.
E para finalizar esse meu desabafo... Um dia eu ouvi (ou li) em algum lugar, que região (ou local) onde tem crianças (pra lá e pra cá) é difícil ter assaltos. Traduzindo... A presença de “pessoas” inibe a ação de ladrões.
Provavelmente ouvi isso na época em que comprei o meu apartamento. Eu lembro que as crianças ficavam perambulando pelo condomínio, brincando de esconde-esconde, e outras brincadeiras. Isso me dava muita segurança. Além de me alegrar ao vê-las se divertindo. 
Postar um comentário