quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Eu e minha tosse

Eu tenho uma tosse que me acompanha há vários anos. Eu acho que desde os meus 20 anos. E também acho que foi por causa de uma “broncopneumonia” que eu tive um pouco antes dos 20 anos e que não devo ter curado direito. Não sei se esses meus “achismos” tem coerência. Mas enfim... É o que eu acho.
É raro o dia em que eu não dou umas tossidas durante o dia, porém, ela é mais frequente a noite. Já fui ao meu médico e falei sobre isso. Ele já perguntou se tinha cortina no quarto. Se meu marido fuma. Eu ele sabe que não fumo. Ele coloca aquele aparelho para escutar minha respiração e nunca deu nada. Ele disse que pode ser alergia de alguma coisa.
O que causa essa tosse, eu não sei. Sei como ela começa... Geralmente eu sinto uma coceira entre a garganta e o pulmão, e aí a tosse vem.
Ontem fiquei incomodada porque o Zé reclamou. E percebi que reclamou sério. Disse que às vezes tusso muito alto. Que incomoda o sono dele. E como eu sei que ele tem o sono leve, fiquei super mal.
Tanto que a noite, quando sentia que ia tossir, enfiava a cabeça no travesseiro. Cheguei a espirrar o spray de própolis (com mel e gengibre) que deixo ao lado da cama. Em outro momento, levantei e fui à cozinha beber água. Também fui ao banheiro e aproveitei para tossir enquanto dava descarga. Para o barulho da tosse não aparecer.
Faz tempo que o Zé pega no meu pé por causa disso. Mas, dessa vez senti que estou prejudicando ele. Ele já chegou a marcar consulta com o pneumologista. Eu não fui.
Só que depois de ontem, acho melhor começar a procurar um especialista para descobrir o que ocasiona essa tosse e tentar curar. Senão meu casamento vai acabar. 
Postar um comentário