quinta-feira, 2 de junho de 2016

Companheirismo: casal amigo, casal feliz!

No exato instante em que você aceita alguém, e esse alguém o aceita para formar um casal, duas vidas fundem-se numa só massa corpórea. Daí em diante, portanto, você terá um companheiro e não mais estará só. As preocupações, e as “dores de cabeça” serão duplas; em compensação, as alegrias e os prazeres, duplicados. E como é bom ter a companhia de quem nos ama!
Companheirismo é isso, a convivência íntima, a camaradagem, a amizade, a solidariedade de uma para o outro como se fosse para si mesmo.
Ter o contato e inalalar o perfume da pessoa amada, ou ter a simples lembrança da silhueta nos restitui energias, faz o nosso bem-querer ascender os céus. E isso é igual para todos que têm um coração apaixonado.
Sentir-se amado, bem-quisto, saber que há alguém que ora por você e se preocupa com o desenrolar de sua vida, somente é possível quando se esquece o individualismo e se prioriza o companheirismo. Você, então, sente-se uma estrela, a mais bela da constelação (família), e que está sempre a brilhar, forte, clara, intensa e duradoura!
Inácio Dantas


Parabéns ao Sergio e Karen, que após anos de união - e dois filhos - oficializaram hoje, há poucas horas, o casamento no civil.  Depois de muitos anos decidirem por isso, é sinal de que existe amor e principalmente companheirismo. 
Muitas felicidades ao casal... A família!
Agora estamos aguardando o próximo passo: A benção religiosa! 

Postar um comentário