segunda-feira, 2 de março de 2015

Sr.Olympio - D.Adelina

Ontem o Zé eu fomos passar o Domingo com os pais dele. Tem sido assim nos últimos meses. Pelo menos um Domingo ao mês passamos o dia com eles. 
Eles não estão mais em condições de ficarem (muito tempo) sozinhos. 
A rotina é assim:
Durante o dia, de segunda a sexta, trabalha a Luzia (empregada). 
Já à noite, durante a semana - inclusive Sábado, Domingo e Feriado - revezam entre a Dulce e a Rosa (enfermeiras-cuidadoras). 
E durante o dia, no Sábado, Domingo e dias que a Luzia não vai, revezam os filhos. Zé, Adriana e Simone.
Sendo assim, ontem foi o dia do Zé. Ele foi logo cedo e veio me buscar na hora do almoço. Ficamos lá até às 20 horas.
Domingo aconteceu o que a gente tanto teme, e fica de olho para que não aconteça. O Sr.Olympio caiu! Infelizmente isso tem acontecido frequentemente. Quando não é ele é a D.Odete que cai. Por isso eles não poderem mais ficar sozinhos. 
Eu estava na sala com a D.Odete. O Zé estava na sala da frente, lendo um livro. De repente comecei a ouvir o Sr.Olympio falar alguma coisa. A princípio pensei que ele estivesse sonhando. Porém, o som aumentava gradativamente. Foi quando eu o ouvi chamando D.Adelina. Levantei-me e fui ao corredor (de onde dá para olhar a cama dele) dar uma olhada. E eis que o vejo sentado no chão, ao lado da cama. Quando ele me viu, esticou a mão e pediu para eu ajudá-lo a levantar.
Quando já estava fazendo isso, o Zé e a D.Odete chegaram. Deixei-os lá e voltei para a sala. 
Bom, resumindo... D.Adelina é a mãe dele. Vó do Zé. Por que ele chamou por ela. Ninguém sabe!
Postar um comentário