sexta-feira, 3 de outubro de 2014

E entre o terceiro e o quarto emprego...

Estava afastada e recebendo o seguro desemprego. Fazia tratamento com medicamentos e terapia. Mesmo assim, as amigas comentavam de um trabalho e outro. Ainda no mês de Maio a Rosi comentou de um escritório que estava precisando na minha área. Para não decepciona-la enviei o meu currículo. Cheguei a marcar a entrevista, mas não fui. Decidi que ia descansar e me tratar direito.
Em Julho ela veio falando de uma vaga em outro escritório. Nessa época eu já estava melhor. Também já estava namorando o Zé. Enviei meu currículo. Fui chamada para entrevista onde fui aceita. O escritório era próximo do apartamento do Zé. Pedi para não me registrar, pois queria continuar recebendo o Seguro Desemprego.
Trabalhei nesse escritório menos de dois meses. Não deu por vários fatores que nem convém citar.  Entrei na 2ª quinzena de Julho e saí na 1ª de Setembro.
Ali conheci o Silvio que era do mesmo departamento que o meu. A Roseli do Fiscal. A Regina do Departamento de Pessoal. Na recepção principal ficava a Pâmela e no andar superior, a Amanda. Tinha também a Andréia que eu via de vez em quando – disseram que ela era do Departamento de Processos. O patrão era o Pedro.
Nessa época eu fiz cadastro no “Emprega Campinas” e recebia no e-mail vagas disponíveis. Quando me interessava, enviava o currículo.
Foi assim que me chamaram para uma entrevista. Inicialmente em um prédio empresarial na Barão de Jaguará. De lá fui encaminhada ao escritório.
Comecei a fazer a entrevista com o Sr.Dorival e cheio de compromissos ele me passou para a filha - Mirela. Ela perguntou se eu podia ir na Segunda-feira, fazer um teste. Não entendi (por que não podia ser naquele dia?), mas concordei. Na Segunda-feira, ela me levou a uma sala e pediu para eu inserir dados em uma planilha. Não deu nem uma hora que eu estava ali, ela me chamou e – meio sem graça – falou que a irmã havia contratado outra pessoa, sem avisá-la. Pediu mil desculpas e me dispensou. Eu fiquei sem entender, se foi isso mesmo que aconteceu, como também imagino que pode ter sido porque encontrei no corredor uma moça que havia trabalhado comigo no emprego anterior. Ela não fazia nada. Só ficava na internet e telefone o dia todo. Ela saiu antes de mim. Acho que pode ter passado à impressão de que eu seria igual a ela. Soube que ela não parou muito tempo ali.
Passados alguns dias e a Rosi falou de uma vaga. Naquele escritório que no mês de Maio eu deixei de ir fazer a entrevista. Lembram? Mas dessa vez eu fui.rss
Consegui e comecei onde estou até HOJE... Meu quarto emprego.

P.S. Alguns dias depois o Sr.Dorival (daquele escritório onde não fiquei nem uma hora) ligou e perguntou se eu estava trabalhando. Ao meu sim, ele perguntou se eu estava gostando. Se não queria ir trabalhar com eles. Eu recusei, pois estava bem e feliz onde estava. 
E quem foi o Anjo que me indicou por duas vezes? A Rosi. Sempre lembrando de mim... Ou, essa mulher não consegue ver eu sossegada em um lugar.kkkk
Postar um comentário