segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Bee Gees One

Terça-feira, 15/01 – 14:28h – Recebo um e-mail do Zé, onde ele diz: _ Olha só a banda Bee Gees "cover", que eu acho que já assisti (...faz tempo!), que é ótima!!...  Vamos lá?
flyer veio anexo ao e-mail
Logo em seguida me enviou outro e-mail com esse texto: O trio Denis Camargo (Barry Gibb cover), Norton Mello (Robin Gibb cover) e Oswaldo Porto (Maurice Gibb cover) tem vasta experiência no cenário musical, tendo participado inclusive de programas em rádio e TV de grande audiência a nível nacional, entre eles, Rede Globo de Televisão no seriado “O Divã” e apresentações em locais como “Bourbon Street” (São Paulo), “Bolshoi Pub” (Goiânia), “Alameda Quality Center” (Baurú), “Rio Quente Resorts” (Caldas Novas), “Virada Cultural de São Paulo”, vários Teatros Municipais pelo Brasil, entre outros, além de inúmeras apresentações em eventos corporativos, etc.Três vozes em harmonia, falsetes, vozes naturais com a projeção exata e na mesma relação harmônica que havia entre Barry, Robin e Maurice Gibb.
Classificação: 12 anos
Ponto de venda sem taxa de conveniência


 Quando o Zé quer ele usa todos os meios disponíveis para me convencer. Mas nesse caso nem precisava, eu adoro Bee Gees e adoro o Café Paon, tanto que logo após a chegada do primeiro e-mail eu já tinha respondido que queria ir.rss
Pouco depois, às 16:14h já recebo o 3º e-mail com a confirmação da compra dos ingressos.
Apesar de ser fã do Bee Gees (tenho + de 20 álbuns (CD) e alguns DVDs) não cheguei a ter a oportunidade de vê-los pessoalmente, se bem que não sei se teria condições financeiras de assistir um show deles. Com o fim da banda devido a morte do Maurice em 2003 e do Robin no ano passado, agora sim, tenho certeza de que nunca mais os verei então só me resta recordar ouvindo meus CDs e vendo meus vídeos.
Bom mas não estou aqui para falar do Bee Gees "original" e sim do Bee Gees One esta banda que conheci, adorei e que sempre que possível, que estiver ao meu alcance vou procurar assistir suas apresentações.
Quando o show começou já passava das 22:30h, e pela música de abertura "Tragedy" pude sentir como seria a noite... maravilhosa!
Esse trio não deixa nada a desejar dos “originais”, fiquei com o ouvido bem atento à voz do Denis (Barry Gibb cover) e sem mais delongas... me arrepiei em várias canções.
Robin tinha um timbre de voz singular então não teve como não perceber a diferença nas músicas "How Can You Mend a Broken Heart", "I Started a Joke" e "Juliet", que Norton (Robin Gibb cover) interpretou muito bem, apesar de ter o timbre de voz diferente. Oswaldo (Maurice Gibb cover) também é fantástico, lembra bastante (fisicamente) o Maurice, bastante falador, talvez o mais extrovertido dos três, foi ele quem apresentou os “irmãos” e os demais músicos.
Eu cantei, dancei (na cadeira) e me emocionei pois apesar de ficar buscando semelhanças e diferenças (mesmo sem querer) nos interpretes e nas canções, me senti como se estivesse vendo um show dos originais Bee Gees.
O que falar de Bee Gees One? Que fiquei admirada com tanto talento, sensibilidade, competência... essa banda, com certeza ganhou mais uma fã. 
Quer saber um pouco mais dessa banda? Visite o site.
Postar um comentário