quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Retrospectiva (diária) mês Janeiro

Já estamos no segundo mês do ano e duas coisas, que gosto muito de fazer, não fiz, que é ler e escrever (no meu blog). Que coisa! E vou pôr a culpa em quem? Ou no quê? Como ainda não sei, vou fazer uma retrospectiva do mês de Janeiro. Sabendo o que andei fazendo, descubro o motivo para não ter tido tempo de ler. Nem escrever.

Bom, meu ano começou na Segunda-feira, dia 04. Voltei a trabalhar e a treinar na academia. Aí já vai o dia e três noites da semana, pois, eu treino toda Segunda, Quarta e Sexta. E o que me resta? As noites de Terça e Quinta. E o Sábado e Domingo.
Na Terça, dia 05 fui ao encontro com a Priscila, Roseli e Tânia. A Pri foi nos entregar os convites de casamento e chá de cozinha.
Na Quinta, dia 07 fui ao teatro com a minha madrinha, a Adriana e a Cris – amigas dela. E porque não dizer, minhas também.
Sábado acordei cedo e comecei a trabalhar (não sei se falei sobre isso, mas, estou fazendo um serviço extra para meu ex-patrão desde Outubro).  Combinei com o Bruno de ele me levar na minha mãe, no finalzinho da tarde. Fizemos isso e depois voltamos todos para casa. O Bruno, Fernando e Danilo resolveram passar o fim de semana comigo.
Lá se foi a primeira semana!
A segunda semana, do dia 11 ao dia 15 foi dose. Greve de ônibus. E chuva. Muita chuva. O céu desabou em água. De dia trabalhava. Segunda e quarta, eu consegui ir treinar. Na sexta não. Então, na terça, quinta e sexta não me restou alternativa senão... Trabalhar (remoto).
No Sábado, dia 16 eu marquei manicure no período da manhã. E de lá fui ao Shopping, pois, tinha combinado (desde Dezembro) com a Izabela e a Beatriz almoçar na Devassa. Depois do almoço ficamos zanzando pelo shopping. Voltei para casa no final da tarde. Um doce pra quem adivinhar o que fiz depois que cheguei em casa.rsrs
No Domingo, dia 17 eu fui à missa, na Desatadora dos Nós, com as meninas da Mansur. A Priscila de Paula me pegou no centro antes das 10h, para assistirmos a missa das 11h. A missa lindíssima. Ficamos emocionadas, e choramos, em vários momentos. Até porque fomos orar pela Marcelle, que infelizmente descobriu um câncer no cérebro há menos de 01 mês.Voltei para casa à tempo de almoçar, funcionar os carros e a moto do Zé e arrumar as roupas para ir para a casa da dona Odete. Durante a semana a Adriana perguntou se eu podia dormir de Domingo para a Segunda, pois não tinha quem ficasse com ela.
E lá se foi a segunda semana!
Na Terceira semana, que foi do dia 18 ao dia 22, consegui ir treinar todos os dias.
Na terça-feira fui com minha madrinha no cinema. Ela ligou durante o dia convidando e eu aceitei. Fomos ao cinema do Shopping Unimart. Assistimos ao filme “Vai que dá certo 2”. Muito bom! Risadas garantidas. Antes da sessão comemos pastel e após tomamos um cappuccino.

Na Quarta-feira, depois do treino o Bruno me pegou na academia e fomos para a casa do Marcos,  comemorar os 50 anos dele.

Na Quinta-feira fui com a Sandra e amigas dela em um barzinho. Ela escolheu o “bar da vendinha”, que por sinal é perto da minha casa. Tanto que eu fui a pé. Na volta já peguei carona. Tinha bebido uma caipirinha e estava frio e um pouco tarde.
Na Sexta-feira, dia 22, o Zé chegou. Do trabalho eu fui treinar e após o treino, ajeitei a bagunça que estava no apartamento. Pensa em uma pessoa que não fez nada em 20 dias e tinha que fazer em menos de uma hora? Guardei a tábua de passar roupa que, antes do Zé ir viajar eu montei e falei que ia passar as roupas que estavam na cadeira. Não passei nada. Aliás, aumentou o monte, porque (por incrível que pareça) uma ou outra peça eu lavei. Sei que lavava um copo, corria para o quarto e guardava um pouco das roupas que deixei espalhadas na cama (do lado que ele dorme). Lavava um prato e corria guardar os sapatos espalhados pela casa. Cansei viu!
O Bruno passou depois de 21h para me pegar e fomos para o aeroporto. Jantamos lá. O Zé chegou depois das 23h.
Sábado e Domingo fiquei à disposição do Zé. E ele tinha muita coisa para fazer. Cortar cabelo. Levar roupas na lavanderia. Fazer compras no supermercado. Comprar frutas no varejão. Visitar a mãe. Visitar o pai.
E lá se foi a terceira semana!
E na última semana do mês, eu trabalhei na Terça e na Quinta. Ainda fui no Sábado ao escritório para devolver os documentos que estavam comigo e tentei finalizar. No fim não consegui e cansei. Não do trabalho, mas da falta de comprometimento dos ex-patrões. Sinceramente... Não vale a pena! E decidi que por um tempo não vou pegar serviços extras.

Agora que descrevi tudo o que fiz em Janeiro, descobri que não tinha mesmo, como ler ou escrever. Só se fizesse isso enquanto dormia. E se acho que alguém tem culpa, esse alguém é o tempo. Eu precisava de um pouco mais. Só isso!rsrs
Postar um comentário