quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Trabalho extra

Eu escrevi na minha retrospectiva que não ia mais pegar trabalho extra do escritório anterior.
Mas acho que vou. Por dois motivos:
Primeiro porque meu ex-patrão falou que tem mais um caso para mim. Achei que ele não ia querer mais minha ajuda, pois, imaginei que tinha demorado mais do que devia no último trabalho.
Segundo porque a situação no escritório onde estou trabalhando não é das melhores. No último mês o patrão cortou 100 reais que ele dava de ajuda de custo para Convênio médico. Além disso, a Carla diz ter ouvido um zum, zum, zum, sobre corte do VT e até do VR. Ela acha que até o que ele paga “por fora” pode ser cortado. Acredito que o VT e o VR ele não pode cortar. Não totalmente. Mas o por fora...
Caso ele venha dizendo que não tem como pagar o por fora, eu vou aceitar, com a condição de que a minha carga horária seja reduzida. A Carla fez as contas. Eu não trabalharia na sexta-feira, e sairia alguns minutos mais cedo durante a semana.
Se isso acontecer, posso pegar tranquilamente mais trabalhos extras. Do escritório anterior, ou até de outros.
Por isso estou achando melhor não dispensar nada, por enquanto.
Postar um comentário