terça-feira, 31 de julho de 2012

Tem presentes que a gente nunca esquece!

"Afinal, tudo quanto o homem tem é na realidade um presente."
(Christoph Martin Wieland)

Aprendi com a minha mãe à ser agradecida por tudo e por todos. Ela sempre dizia para agradecer mesmo que ganhasse uma agulha (agulha?... acho que porque ela é costureira.rss).

Então, primeiramente agradeço a DEUS pelos maiores presentes: Meus pais, meus filhos, meus irmãos/irmãs e toda a extensa família, que cresce a cada dia.
Agradeço também por ELE me dar mais uma chance de ser feliz, me presenteando com um homem maravilhoso que é o Zé e espero ser, e fazer ele muito feliz!

Essa história de escrever sobre “presentes” começou após eu ter ganhado (no último ano) estes 3 “presentes” inesquecíveis, que me deixaram imensamente feliz(não desmerecendo os outros).  
No Natal, ganhei dos meus filhos 3 livros: 1001 Livros para ler antes de morrer, 1001 filmes para assistir antes de morrer e 1001 discos para ouvir antes de morrer. Estes eu “pedi”, estava namorando fazia um tempo. São quase 1000 páginas cada um, provavelmente não vou ver os 3 antes de morrer.rss
Esses 2 últimos ganhei do Zé. Ele comprou estes presentes sem saber que eram os que mais me apeteciam, e merece créditos principalmente porque estamos juntos há pouco tempo. Nós temos muito disso, saber o que o outro quer, o que o outro gosta mesmo sem ele falar... coisas de “alma gêmea”.rss
Então vamos lá... no meu aniversário ganhei um relógio de “presente de aniversário”, sempre gostei de relógio. Gosto tanto que, quando comecei a trabalhar (isso foi em Setembro de 2007), fui à loja e comprei um relógio de pulso e me dei de presente, tenho e uso ele até hoje, agora alterno com o que ganhei.
Agora o “the best” que me levou a querer escrever tudo isso, é um conjunto com 5 mini-perfumes importados da marca Carolina Herrera, o Zé trouxe quando fez uma viagem à trabalho para o México, do dia 08 à 14/07/2012. Na verdade ele comprou 2 conjuntos, um para mim e um para a Letícia e falou para eu escolher. O outro, um conjunto com lindas miniaturas da marca Salvador Dali. Foi muito difícil escolher. Os frascos são lindos. As fragrâncias, hummmmm. Como tinha ganhado uma colônia Salvador Dali de presente de aniversário da Letícia, escolhi o conjunto Carolina Herrera. Como são 5, cada dia uso um... me sinto uma mulher internacional.rss


E para não ficar chato, pensarem que só esses presentes me agradaram, resolvi “puxar” da memória alguns outros presentes marcantes (dos últimos 20 anos) até porque antes disso vai ficar difícil.rss
Lembro que ganhei da Adriana em uma das vezes que ela voltou do Japão um box com 4 CDs de músicas dos anos 60, tenho 3 deles, 1 infelizmente emprestei para um amigo radialista e nunca mais vi... os dois.
Também ganhei muitos presentes do meu ex-marido,  alguns acabei dando quando me separei, entre eles 1 meia-aliança de pérola e um anel-chuveiro de rubi.
Logo depois da separação, ganhei o primeiro perfume “chique” da minha vida, foi dos meus filhos... colônia Thaty do Boticário, não lembro se foi de aniversário ou de Natal.
Acredito que estes “presentes” foram os mais marcantes, pelo menos é o que me recordo, no momento.
P.S. Por isso hoje anoto (quase) tudo aqui no meu Blog... para não esquecer.

E concluo com esta outra frase, que é bem o que a minha mãe ensina: "Aprecia qualquer presente que alguém te der." (Erasmo de Rotterdam)
Postar um comentário