segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Presente de Grego

Aproveitando o gancho de uma postagem do blog “Cronico, Logo Existo” recomendo fazerem uma visita! Estava lendo a postagem “Lista de presentes de grego para este Natal”, dêem uma espiada.
Pensando em algumas sugestões para a lista do Alexandre, queria poder ajudá-lo, afinal sei que é difícil nesta época comprar presentes.rss
Por um momento me veio à mente quais os presentes de grego que eu já havia ganhado. Eu disse quais? Se me veio este pensamento é porque devem ter sido bastantes, mas enfim vou citar um que me lembro, ou melhor não me esqueço.
Esse ganhei do meu ex-marido, assim como alguns outros, não estou querendo meter o pau no coitado não, é que ele adorava me presentear (disso eu nunca reclamei) bastava eu comentar que gostava de alguma coisa e daqui a pouco aparecia ele com esta coisa nas mãos.
Um dia devo ter comentado que gostava de passarinhos, ou melhor não devo ter dito que gostava e sim que “adorava”, “amava”, porque ele me apareceu logo com quatro canários, cada um na sua gaiola e todos os seus apetrechos, não lembro se era alguma data especial, sei que não era meu Aniversário, nem dia das Mães, nem dia dos Namorados, muito menos Natal!
Acreditem, gosto de animal de estimação, adoro o cantarolar dos passarinhos logo cedo (um dia ou outro), mas eu ainda estava na fase de cuidar dos filhos, estava com os três pequenos, mas enfim, presente é presente ou então como diz o provérbio “A cavalo dado não se olha os dentes”. Ganhei, aceitei (tinha outra opção?) se fiz cara de feliz não lembro, sei que não sei muito disfarçar quando fico decepcionada, mas não devo ter feito cara feia não porque depois deles vieram outros “presentes”. Ou então... pensando aqui com os meus botões, teria duas possibilidades: uma meu ex devia gostar de me apurrinhar, ou então ele achava que eu não tinha nada pra fazer, vou começar a pensar nestas possibilidades.rss Sei que conforme o tempo passava eu pegava mais amor nos canários e menos no meu ex (brincadeirinha) adorava ouvi-los cantar logo as 6 da manhã, fogo era limpar as gaiolas (não se esqueçam que eram 4) lavar a vasilha do banho, trocar a ração, trocar o jornal que eu colocava como forro, isso para não grudar aquela sujeira (vcs sabem do que estou falando, né?) no fundo da gaiola e depois ter que raspar com espátula, as vezes a preguiça de colocar jornal era maior e ficava sem, então entrava a espátula em ação. Não é por nada não, dava o maior trabalho isso! Enfim cuidei desses presentes, com o maior amor e carinho, o maior é exagero.rss
Fiquei com estes canários, até que um dia 2 morreram, meu vizinho que era criador de canários disse que foi da idade, e como eu fiquei triste (isso é verdade!) resolvi vender os outros 2 para ele, isso antes que dissessem que eu matei todos!
Ps. O que sei é que também dou alguns presentes de grego!! E quem nunca deu?

Postar um comentário